Eliane Falcone/RJ

O curso tem como objetivo enfatizar o papel da relação terapêutica como um importante agente de mudança. Neste sentido, o terapeuta cognitivo-comportamental deve desenvolver, além de treinamento técnico e analítico, capacidade para identificar os padrões interpessoais de seu cliente, bem como os seus próprios padrões,que interferem com o processo psicoterápico. Serão abordados os papéis da resistência, da transferência e da contratransferência na psicoterapia. Formas de lidar com as próprias emoções, assim como as do cliente nas rupturas de aliança serão apresentadas.